terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Tendências

Vamos discutir tendências de style tanto na música como na moda analise minha last fm:



Dizer que sou electrindie seria uma afronta já que esse é um termo alternativo para o new rave, que está em baixa na estação, junto com o flúor e os raios e os wayfarers coloridos. Dizer que eu sou vintage seria afirmar que sou garota pin-up e isso seria afirmar que eu teria 25 anos, estaria solteira, cheia de tatuagens e viciada em cocaína. Dizer que sou electro seria afirmar que NÃO SERIA AFIRMAR NADA afinal tudo é electro. Dizer que sou indie seria um retrocesso pois o indie foi moda em 2006, mas se pararmos pra pensar não é mais moda e o que não está na moda é legal. Mas ser indie significaria que eu teria 29 anos e tocaria violão nos barzinhos da rua da lama. Dizer que eu sou punk ou pop seria clichê pois são estilos, clichets. Aliás eu não suporto quem paga de fã de Britney Spears e outras divas tipo, "oi tenho todos os dvds e mal posso esperar pra assistir a tour dela", isso é tipo coisa de viado de boite que quando enjoa do cd dela vai escutar Cascada e esperar o próximo, falei. CONCLUSÃO: Então vamos parar de rotular as pessoas pelo que elas ouvem e sim pelo que elas são:







viva as diferenças? NÃO, poque tudo bem cynthia nixon ser sapatão mas perceba a namorada dela:

vendo quitutes e garrafadas na estrada

4 comentários:

Daniel disse...

agora me responda de que se adianta estilo você ta bem consigo mesma é o que importa não é. e ser voce mesma? concorda com isso nao acha?

Daniel disse...

desculpe pelo comentario to com uma fita gravada do sbt de um dia de princesa no lugar do cérebro

KEIKETTE disse...

ame os animaizinhos. eles sao gente, como a gente.

Luiza de Oliveira. disse...

Ai, Ranan! Eu morro com seus posts! UAHUAHUAHUHUAHU